Manifesto da Poesia Pau Brasil


Manifesto Pau Brasil

Tupi or not Tupi?

Oswald de Andrade publica em 1924 no Correio da Manhã o Manifesto da Poesia Pau Brasil. Uma versão, com algumas alterações foi publicada no livro Poesias Pau Brasil, ilustrado por Tarsila do Amaral, Oswald propõe, uma redescoberta do Brasil, dando as costas para Europa, se insurge “contra a cópia” de modelos importados e se posiciona pela “invenção e a s surpresa”. Pois, como diz, Monica Veloso em Que Cara Tem o Brasil?, procurando ser igual aos outros, o Brasil tornava-se culturalmente pobre. Ao querer esconder as manifestações culturais nativas – consideradas pela elite como bárbaras e selvagens, o Brasil perdia o que tinha de original. Como diz Oswald no Manifesto, no Império “eruditamos tudo”, precisamos, para construir a Republica, uma língua “sem arcaísmos, sem erudição. Natural e neológica. A contribuição milionária de todos os erros. Como Falamos. Como somos.”

Anúncios

Sobre jorgesapia

Abduzido pela folia foi tentar entender esse fenômeno no bacharelado de Ciências Sociais da UFF e no Mestrado em Sociologia do IUPERJ. Com sua identidade secreta dá aulas de sociologia, cultura brasileira e Teoria Social do Carnaval em diversas instituições. Entre um semestre e outro, despede-se de seus alunos com um Meu Bem, Volto Já, saudação que acabou dando nome ao bloco que fundou no Leme. Durante o reinado de Momo compõe sambas para diversos blocos da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro.
Esse post foi publicado em Manifestos e marcado . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s