Arquivo do mês: julho 2015

O barbeiro que não é de Sevilla mas que adora uma pândega.

O barbeiro que não é de Sevilla mas que adora uma pândega. Sai do Rio com o firme propósito de fazer minha barba com um Barbeiro de Sevilla. Cheguei a cantarolar algumas estrofes da Música de Rossini, Figaro qua, Figaro … Continuar lendo

Publicado em Carnaval, Crônicas | Marcado com , | Deixe um comentário

Uma noite de Flamenco no Sacromonte.

Uma noite de Flamenco no Sacromonte. Renovei minha vontade de conhecer Granada, na Andaluzia, ao ler uma citação do poeta e professor Luis García Montero, feita por Nestor Canclini no artigo Imaginários culturais da cidade. Diz Montero que “Cada pessoa … Continuar lendo

Publicado em Crônicas | Marcado com | Deixe um comentário

Nossa saúde mental está em frangalhos: o cinismo que tomou conta de nós.

Compartilho, sem tirar uma vírgula, o comentário que o professor Carlos Fidelis Ponte​, postou nas redes sociais . A questão está sendo discutida há tempo e a preocupação com o futuro mediato e imediato é cada dia maior. . Não … Continuar lendo

Publicado em Psi, Relações Internacionais | Marcado com , , | 1 Comentário

Friedrich Nietzsche: encruzilhadas de um espírito livre

Friedrich Nietzsche: encruzilhadas de um espírito livre.

Publicado em Psi | Marcado com | Deixe um comentário