Trabalhadores de rua no carnaval pelo olhar de Bárbara Tércia Vermelho


Quando a alegria bate na porta é bom abrir. A querida  Bárbara Tércia Vermelho, artista visual e gráfica, está mudando seu ateliê da simpática rua das Laranjeiras no Pelourinho, Salvador, para o Rio de Janeiro. Ela já esteve por aqui mostrando ao que veio, no carnaval de 2014, assinando a linda camiseta do bloco carnavalesco Imprensa que eu gamo. Trabalho de afirmação das diferenças, da diversidade e da liberdade.

Aproveito para mostrar uma parte de seu trabalho sobre os trabalhadores de rua no carnaval que pode ser visto no link abaixo:

http://www.barbaratercia.com.br/#!po-de-carnaval/cb9s

 

2007_pao_e_0003

Anúncios

Sobre jorgesapia

Abduzido pela folia foi tentar entender esse fenômeno no bacharelado de Ciências Sociais da UFF e no Mestrado em Sociologia do IUPERJ. Com sua identidade secreta dá aulas de sociologia, cultura brasileira e Teoria Social do Carnaval em diversas instituições. Entre um semestre e outro, despede-se de seus alunos com um Meu Bem, Volto Já, saudação que acabou dando nome ao bloco que fundou no Leme. Durante o reinado de Momo compõe sambas para diversos blocos da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro.
Esse post foi publicado em Blocos de rua, Carnaval, Cidade, Direitos, Direitos Humanos, História e Cultura afro-brasileira. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s