A derrota do sujeito. por Elisabeth Roudinesco


“Emancipado das proibições pela igualdade de direitos e pelo nivelamento de condições, o deprimido deste fim de século é herdeiro de uma dependência viciada do mundo”, diz Roudinesco, e acrescenta que, no mal-estar contemporâneo acaba não resultando “chocante preferir Vichy à Resistência”, nem golpe à democracia. Sinal de tempos sombrios.

http://www.fronteiras.com/artigos/elisabeth-roudinesco-a-derrota-do-sujeito

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s