Minhas conversas com Freud


Meu amigo e parceiro Marceu Vieira, não se conteve, sentou no divã e tentou explicar para o Doctor Freud coisas que o Doctor Freud não conseguira explicar com facilidade.

marceu vieira

Quando nem tudo vai bem, ou nem tudo que julgo essencial vai como eu gostaria, nesses dias converso com Freud.

Sim, ele mesmo, Sigmund Schlomo Freud, o médico neurologista, criador da psicanálise, nascido no dia 6 de maio de 1856, em Příbor, município da República Checa – que, na época, pertencia à Áustria, e, por isso, fez seu nome entrar pra História como austríaco.

Psicanálise, ensina a enciclopédia, é o “campo clínico e de investigação teórica da psique humana, independente da psicologia, que tem origem na medicina”.

Hoje a gente conversou, eu e Sigmund – com o perdão da intimidade aparentemente pedante ou permissiva. Ou mesmo irreal. É que já nos falamos muito, eu e ele, e a proximidade, com o tempo, convidou, naturalmente, ao tratamento simples. Somos amigos, eu e Sig.

Contei a ele hoje sobre a situação do Brasil e, claro, aproveitei pra relatar meus últimos infortúnios desimportantes e comezinhos, que…

Ver o post original 1.044 mais palavras

Anúncios

Sobre jorgesapia

Graduado em Ciências Sociais pela Universidade Federal Fluminense , Mestre em Sociologia pela Sociedade Brasileira de Instrução - SBI/IUPERJ (2004). Professor temporário da UFRRJ e da Universidade Estácio de Sá e do IBMR. Atuando principalmente nos seguintes temas: direitos humanos, violência, cidadania, carnavalização.
Esse post foi publicado em Psi. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s