Uma estranha realidade.


Depois de ter ouvido, ontem,  o depoimento do Sr. Michel Temer, fui procurar referências que  me permitissem entender essa “estranha realidade” que nos toca viver.

Ao ouvir que a denúncia, oferecida pelo procurador-geral, Rodrigo Janot, que o acusa de corrupção passiva, é “baseada em ilações”, encontrei o caminho do peyote e a  sentença certeira de Carlos Castañeda:

“É ilação demais!”

A erva do diabo

 

 

 

 

Anúncios

Sobre jorgesapia

Abduzido pela folia foi tentar entender esse fenômeno no bacharelado de Ciências Sociais da UFF e no Mestrado em Sociologia do IUPERJ. Com sua identidade secreta dá aulas de sociologia, cultura brasileira e Teoria Social do Carnaval em diversas instituições. Entre um semestre e outro, despede-se de seus alunos com um Meu Bem, Volto Já, saudação que acabou dando nome ao bloco que fundou no Leme. Durante o reinado de Momo compõe sambas para diversos blocos da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro.
Esse post foi publicado em Fragmentos, Memes, Textos. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Uma estranha realidade.

  1. yolanda disse:

    O mais brasileiro dos argentinos e o mais carioca dos brasileiros.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s