Adagio en mi país.


El maestro Alfredo Zitarrosa simpre tuvo claro que “un solo traidor puede com mil valientes”.

Anúncios

Sobre jorgesapia

Abduzido pela folia foi tentar entender esse fenômeno no bacharelado de Ciências Sociais da UFF e no Mestrado em Sociologia do IUPERJ. Com sua identidade secreta dá aulas de sociologia, cultura brasileira e Teoria Social do Carnaval em diversas instituições. Entre um semestre e outro, despede-se de seus alunos com um Meu Bem, Volto Já, saudação que acabou dando nome ao bloco que fundou no Leme. Durante o reinado de Momo compõe sambas para diversos blocos da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro.
Esse post foi publicado em Historia, Música. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Adagio en mi país.

  1. Marta Pinhao disse:

    ¡Sacarse el sombrero por el Maestro!

    Curtir

  2. jorgesapia disse:

    Oi Anna, bom dia. A música do compositor uruguaio Alfredo Zitarroza foi emblemática nas décadas de 1960/70 no cone sul nos momentos que antecederam aos golpes de Uruguai e Chile/73, Argentina 76. Depois disso, mortes, exílios, desaparições, cabos Anselmo e Consenso de Washington, em uma palavra, traição. É o que nos toca viver agora nesta história que se repete como farsa e como tragédia.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s