Cenas do cotidiano


Pivete na esquina

Guarda de mutuca

Querendo salvar um qualquer

Pra complementar o orçamento do dia

Madame na rua passeando o cachorro

E um pega ladrão

É bom se benzer

Meu São Jorge socorro

Em dia de feira

Carrinho entulhado

De olho no pastel

No caldo de cana

Na água de côco

No sarapatel

Vamos bater perna

Vamos ver qual ê

Camelô e no China tudo pra vender

Grandes novidades

Maior fuzuê

Há em toda esquina

Um sinal fechado

Uma banca aberta

Um taxi parado e um apontador

Do jogo do bicho

Pra lembrar que a sorte está a seu favor

Sobre jorgesapia

Abduzido pela folia foi tentar entender esse fenômeno no bacharelado de Ciências Sociais da UFF e no Mestrado em Sociologia do IUPERJ. Com sua identidade secreta dá aulas de sociologia, cultura brasileira e Teoria Social do Carnaval em diversas instituições. Entre um semestre e outro, despede-se de seus alunos com um Meu Bem, Volto Já, saudação que acabou dando nome ao bloco que fundou no Leme. Durante o reinado de Momo compõe sambas para diversos blocos da cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro.
Esse post foi publicado em Crônicas. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.