O CARNAVAL COMO INSTRUMENTO DE RESISTÊNCIA

Hoje, sexta-feira tem AMIGOS DA LIGA! Nosso espaço de bate-papo, troca de informação e debates aqui no perfil do Instagram da Liga 👏👏👏 20 h. horário de Brasilia. Neste debate, temos mais um bate-papo da temática Carnavalesca com @jorgitosapia e … Continuar lendo

Galeria | Marcado com | 2 Comentários

MUITO LINDA

Amigos, samba novo em parceria com Marcelo Carvalho e Moyses Cohen

Ficarei feliz se os amigos se inscreverem no meu canal do youtube. Abraços

https://www.youtube.com/channel/UCesr9sERBV_9ftMqz1O1YQA

MUITO LINDA

Jorgito Sapia, Marcelo Carvalho e Moyses Cohen

Te vi num bar da cidade

Bem perto da Mocidade

Leve e solta

Dizendo no pé

Te ouvi cantando baixinho

Levando no sapatinho

Muito linda e eu sozinho

Sorri pra você mulher

Fui então jogando a linha

No afã de te prender

Esperei acontecer

O samba parou

Você me olhou

Pra mesa te chamei

O coração acelerou

Prazer em conhecer

Um brinde à paixão

E no primeiro gole

Nossa história começou.

Publicado em Música | Marcado com | 5 Comentários

Diálogos – Borges / Sabato

“-Sabato: Pero dígame, Borges, si no cree en Dios ¿por qué escribe tantas historias teológicas?

-Borges: Es que creo en la teología como literatura fantástica. Es la perfección del género.”

Diálogos – Borges / Sabato

Publicado em Citações | 4 Comentários

Carnaval 2015: Deus e o Diabo na terra do sol

“Terra de encantos e magia
De mil histórias e de fas-de-conta
Viver nessa cidade é uma aventura
Quanto não é uma piada pronta”

Bloco Carnavalesco Meu Bem, Volto Já!

:

Enredo Meu Bem, Volto Já.

Carnaval2015.

Depois de 51 anos de uma boa ideia na cabeça e sem um pau de selfie na mão, a sensação térmica dos 450 anos da Cidade Maravilhosa é a de Deus e o diabo na terra do sol. Nesse caldeirão, que vem das tramas, Tamoios e tramoias entre Mem de Sá e os Tupinambás, qual é a do parangolé?

É a aventura de viver no Rio de puleiro, digo, de Janeiro, onde a Baía é mais suja que pau de galinheiro. Durma-se com uma piada pronta dessa… E desperte na Princesa, porque o galo de Barcelos vai cantar na freguesia do Meu Bem, Volto Já!, ó pá.

Manejando o Leme da alegria, o bloco, que está na rua há 21 anos, mistura e manda o axé do solar Hélio Oiticica, do carioquíssimo baiano Glauber e do malandro (sem querer…

Ver o post original 105 mais palavras

Publicado em Blocos de rua, Carnaval | Marcado com , | Deixe um comentário

100 dias de isolamento.

Um vídeo de Cristina Chanel e do querido Custódio Coimbrã.

https://www.facebook.com/100001056785705/posts/3240929669285561/

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

Cenas do cotidiano

Pivete na esquina

Guarda de mutuca

Querendo salvar um qualquer

Pra complementar o orçamento do dia

Madame na rua passeando o cachorro

E um pega ladrão

É bom se benzer

Meu São Jorge socorro

Em dia de feira

Carrinho entulhado

De olho no pastel

No caldo de cana

Na água de côco

No sarapatel

Vamos bater perna

Vamos ver qual ê

Camelô e no China tudo pra vender

Grandes novidades

Maior fuzuê

Há em toda esquina

Um sinal fechado

Uma banca aberta

Um taxi parado e um apontador

Do jogo do bicho

Pra lembrar que a sorte está a seu favor

Publicado em Crônicas | Deixe um comentário

Uma geração de narradores.

Compartilho artigo de Daniela Name sobre a nova geração de narradores no carnaval carioca.

http://revistacaju.com.br/2020/03/07/uma-geracao-de-narradores/?fbclid=IwAR3BZjJmZ6eAmffN-JOT079t1ymFeKDC0J2cg6ieBp3E744ULkgauqpUtN0

Publicado em Artigos, Blocos de rua, Carnaval, Historia, Memória | Marcado com , | Deixe um comentário

O carnaval de rua e a luta democrática.

Publicado em Carnaval, Cidade, Cultura, Cultura Popular | Deixe um comentário

Visconde de Mauá: Caminhos, rios, matas, pássaros.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
OLYMPUS DIGITAL CAMERA
Publicado em Viagens | Marcado com , | 4 Comentários

QUANDO ISSO TUDO PASSAR.

Vou

Como quem anda a procurar por um sinal

De olhos abertos como quem olha pro cais

Querendo imaginar a dimensão do mar

Quando isso tudo passar

Vamos poder navegar

Levo

Uma saudade que não vai me abandonar   

Que fica intensa meu amor só de lembrar

Dessa beleza que irradia a luz do Sol

E quando a tormenta acabar

Vai dar para a gente passear

Vejo

Entre os mistérios que se escondem no futuro

Um reencontro que será porto seguro

Alimentando a fantasia que há em nós dois

Quando a barreira ceder

Vamos os amigos rever

Sonho

Toda noite com seu jeito de cigana

Andando leve e solta por Copacabana

E essa miragem faz pulsar meu coração

E ao que esta porta se abrir

A gente sai pra curtir

Quero

Andar na rua admirando a madrugada

Velas ao vento navegando de jangada

Fazendo amigos e trocando o que há de bom

Quando isso tudo passar

Vamos saracotear.

E ao que esta porta se abrir

A gente sai pra curtir

Vamos os amigos rever

Vamos pra mesa de um bar

Quero mil brindes propor

Quando a barreira ceder

Vamos sair pra beber

Vamos sair pra cantar

Publicado em Música | Marcado com | 1 Comentário