Deleuze – O que é um Conceito?

Razão Inadequada

Como muitos se propõe a falar de filosofia e dar-lhe uma definição, então precisamos começar limpando o terreno das más definições, das definições fracas, mancas, em uma palavra: inconsistentes. Comecemos então com a definição negativa, afinal, o que a filosofia não é?

Vemos ao menos o que a filosofia não é: ela não é contemplação, nem reflexão, nem comunicação” – Deleuze & Guattari, O que é a Filosofia?, p. 12

  • Contemplação: a filosofia não é contemplação porque ela não é desinteressada… Aos que respondem que a filosofia não serve para nada, Deleuze retribui com uma gargalhada galhofeira. Mas no fundo é triste que alguns pensem assim. Se a Filosofia é contemplação sem interesse algum, então sua utilidade é nula! De que adianta contemplar o mundo das ideias e tropeçar em uma pedra aqui? O filósofo não possui compromisso nenhum com o Universal, não está nem preocupado…

Ver o post original 1.585 mais palavras

Anúncios
Publicado em Textos | Deixe um comentário

Boipeba

Depois de uma semana de frio e chuva o sol resolveu brincar no céu e o dia amanheceu lindo. Na tranquila caminhada pela orla de Copacabana fui invadido por uma imensa vontade de ir para Boipeba, na Bahia. Como agora não vai ser possível e dado que o cancioneiro popular afirma que “Recordar é viver…” resolvi recuperar alguns fragmentos da viagem feita ano passado.

Aproveito também para saldar uma dívida com a oculista que consultei em julho em Buenos Aires em uma rápida viagem que fiz para curtir o inverno portenho. Lembro de tê-la procurado com a queixa de que, depois do golpe no Brasil, estava vendo as coisas muito nebulosas. Feito o exame de praxe fiquei sabendo que meu grau não tinha mudado. Péssima informação! Significou afirmar que as coisas por aqui estão pra lá de nebulosas. Talvez para amenizar o peso do diagnóstico, enveredamos por uma conversa sobre as coisas lindas que podem ser vistas, sem muita dificuldade, no Brasil. Lembro que, entre outras coisas, fiquei em enviar algumas informações sobre Boipeba, uma maravilhosa ilha localizada no arquipélago de Tinharé, no sul da Bahia. Acho que por esse mesmo motivo postei, alguns dias atrás, umas fotos da Ilha.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Depois de uma breve parada em Salvador, viajamos até Valença e dai em lancha até o cais de Morro de São Paulo. Meio foora de forma custei a subir  íngreme escadaria que conduz à rua principal – rua que corre paralela à 1º praia . Uma vez no povooado caminhamos até um parador próximo à 2ª praia. O parador era um espaço comum de estacionamento, compras e informações sobre os diversos serviços de transfer que a ilha disponibiliza. O nosso era um trator que puxava uma carreta com nove lugares disponíveis. Chegamos, no sacolejo do trator, à pousada localizada na 4ª praia, longe, portanto, da muvuca da segunda e da terceira praias, invadidas por uma juventude vinda dos mares do sur.

Essa rápida caminhada foi suficiente para lembrar de uma ótima viagem feita com meu filho algum tempo atrás. Graças a ele, que transitava pela praia como se lá tivesse nascido, conheci um monte de nativos que fizeram nossa estadia muito agradável. E agora, neste retorno à Morro por muito pouco não reencontrei o Xixi, nativo que marca ponto, desde sempre, na segunda praia. Soube que ele tinha embarcado para Salvador naquela mesma manhã para resolver uns problemas burocráticos.

Na pousada encontramos com Simone e Maurinho, amigos do Rio, e compartilhamos a viagem nas semanas seguintes. Eles tinham mapeado a praia e na primeira caminhada fomos até a praia do Encanto. Um encanto!

Também tinham providenciado uma quatro por quatro que nos levou pelo meio do mato até Guarapuá e até a linda praia de Pratigi. Depois de alguns mergulhos, ostras, cervejas seguimos chacoalhando até encontrar o Rio do Inferno e vislumbrar, do outro lado do rio, a Boca da Barra já em Boipeba.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

20150112_190104

 

Publicado em Textos | 1 Comentário

Carnaval de rua é Resistência #EuAchoéPouco

O querido amigo Pepe Jordão acabou de chegar do Recife para uma breve visita a nossa cidade e, assim, com a gentileza que o caracteriza, resolveu compartilhar esse registro de luta, resistência e alegria, assim como quem diz, precisamos continuar lutando, resistindo e mostrando que “a  nossa riqueza é ter alegria”.

Vamos juntxs!

Faltam 150 dias para o #Carnaval2018!
Nesta data simbólica, que deixa toda a nação #vermelhaeamarela em alvoroço, queremos comemorar dividindo com vocês um pouco da história do #EuAchoéPouco.
Este vídeo só foi possível graças a foliões e parceiros em #vermelhoeamarelo – Irandhir Santos – irandhirsanJustino PassosMalu Donanzan e Vitor Maia.
Aproveitamos para cantar parabéns para Ivaldevan Calheiros, um de nossos fundadores e responsáveis por termos tanto orgulho de onde estamos e do que construímos.
Obrigado, Ivaldevan!
E vamos juntxs, você e todos os foliões e foliãs que vibram atrás do nosso estandarte.
Avante!
Que o Carnaval do próximo ano seja incrível como foram as últimas quatro décadas.
#EuAchoéPouco40anos
#sigaodragão
#MemóriaVermelhaeAmarela
#EmDefesadaDemocraciaSEMPRE

 

Publicado em Blocos de rua, Carnaval, Cidade, Cultura Popular, Democracia, Direitos | Deixe um comentário

O Carnaval do retrocesso

Rita Fernandes, companheira de luta e de folia, alerta, no texto abaixo,  sobre o desacerto da gestão do Bispo Crivella no Carnaval do Rio de Janeiro.

Sem perceber que o abismo é logo aí, continuamos no projeto do país que vai pra frente.

Nessa marcha irrefleável de ordem e retrocesso voltamos à virada do século XX para reencontrar a orientação principal da República Velha: a ordem social é caso de polícia.

Por aqui, o retrocesso é tão grande, que parece foram buscar inspiração na polícia argentina do início do século XX.

Permiso para disfraz

http://projetocolabora.com.br/cultura/blocos-enfrentam-retrocessos/?utm_content=buffer6c3ef&utm_medium=social&utm_source=facebook.com&utm_campaign=buffer

Publicado em Blocos de rua, Carnaval, Cidade, Textos | 2 Comentários

Merli – assistir online segunda temporada

Publicado em Aulas complementos., Epistemologia, Filmes, Filosofia | Deixe um comentário

Sócrates e a Autoconfiança – Alain de Botton

Agradeço ao blog https://filosofianaescola.com/ por ter disponibilizado o vídeo.

Publicado em Aulas complementos., Epistemologia, Filosofia, Textos | Deixe um comentário

TANGO, UM SENTIMENTO QUE SE DANÇA.

Vídeo de lançamento de enredo do G.R.E.S. Acadêmicos de Vigário Geral para o carnaval 2018: DOS TAMBORES AFRICANOS AO BANDONÉON: TANGO, UM SENTIMENTO QUE SE DANÇA.

Fonte: https://sambanaintendente.blog

 

Publicado em Carnaval, Cidade, Cultura Popular, Textos | 2 Comentários