CURSO INTERNACIONAL AMÉRICA LATINA: CIUDADANÍA, DERECHOS E IGUALDAD

CLACSO.

curso_internacional_1_upEl Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales (CLACSO) es una institución internacional no-gubernamental con status asociativo en la UNESCO, creada en 1967. Actualmente, reúne 481 centros de investigación y posgrado en el campo de las ciencias sociales y las humanidades en 37 países de América Latina, Estados Unidos, Canadá, Alemania, España, Francia y Portugal.

Agressividade da direita é um fenômeno global, por Boaventura Sousa Santos

O artigo de Boaventura de Sousa Santos mostra a agressividade do que denomina a segunda fase da implantação global do neoliberalismo através da captura de instituições, como o judiciário, por exemplo, que atua com dois pesos e duas medidas: aos amigos tudo, aos inimigos a lei.

http://jornalggn.com.br/noticia/agressividade-da-direita-e-um-fenomeno-global-por-boaventura-sousa-santos

Manifesto aceleracionista

Manifesto Aceleracionista

DEPOIS DO CARNAVAL: BARÃO DO RIO BRANCO NO IMAGINÁRIO POPULAR BRASILEIRO.

Compartilho a ótima monografia da  aluna Fabíola Araújo de Oliveira Souza apresentada como conclusão de  curso em Relações Internacionais no IBMR.

RESUMO

O presente artigo pretende analisar o personagem histórico Barão do Rio Branco na cultura popular brasileira. Pretende-se compreender como ele surge e é retratado nas mais variadas esferas da produção popular nacional: na música, no cinema, na produção monetária, na gastronomia e no espaço urbano, este último personificado no grande número de logradouros erigidos em sua homenagem. Para tanto, serão utilizados não somente as principais produções bibliográficas sobre o tema, mas também periódicos de 1912 para ilustrar sua importância popular já no ano de sua morte. Será argumentado, ao longo deste trabalho, que a principal identificação com as relações internacionais presente no panteão de heróis nacionais está diretamente associada à construção mitológica da figura de Rio Branco enquanto diplomata tipo-ideal a ser seguida pelas gerações futuras ou enquanto o último bandeirante da história pátria, o qual, mediante utilização exclusiva da diplomacia, teria logrado construir os contornos lindeiros do país.

Palavras-chave: Barão do Rio Branco, Imaginário Popular Brasileiro, Política Externa Brasileira.

13 TCC – Barão do Rio Branco no Imaginário Popular Brasileiro

 

Os mercados e o suicídio coletivo.

Leitura recomendada para os Macristas, Aecistas, e Petistas com vocação Peronista,isto é, aqueles que acenam com uma mão a Deus e a outra ao Diabo.

Karl Polanyi tinha deixado claro em A Grande Transformação, as implicações sociais que a economia de mercado tinha produzido desde seu apogeu no século XIX. Hoje, Joseph Stiglitz, Nobel da Economia, esclarece que “os mercados jamais serão capazes de coordenar as iniciativas necessárias para tais mudanças. Seu papel é permitir a acumulação de riquezas, não garantir a satisfação das necessidades humanas. Para tanto, requerem-se investimentos e planejamento públicos: ‘gastos em infraestrutura, educação, tecnologia, meio ambiente e mudanças estruturais em todo canto do mundo’”.

http://outraspalavras.net/blog/2016/01/01/stiglitz-como-evitar-a-grande-queda-livre/