Eleição e Carnaval. #ForaCrivella

Estou convencido de que o Carnaval é uma das poucas coisas sérias que existem na cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro. Os responsáveis pelas múltiplas manifestações carnavalescas que se apresentam no espaço urbano nos meses que antecedem à terça-feira gorda, tratam, tanto suas agremiações quanto os foliões, com a seriedade e alegria que a situação exige.

Se compararmos com algumas instituições básicas do Município e do Estado é fácil perceber o descaso com os cidadãos.  É só pensar no sistema de transporte público, no sistema de saúde e na educação, por exemplo, para perceber que a penúria e a tristeza estão permanentemente presentes.

Do outro lado, essa multidão colorida que ocupa o espaço urbano no tempo de carnaval enfatiza congraçamento, alegria, solidariedade, nos fala de encontros e proximidades. Estes últimos ausentes em tempo de pandemia. Por isso é que em 2021 a recomendação é não tenha carnaval na rua, posição congruente com o compromisso e com o desejo de construir de um mundo melhor. Essa posição conjunta mostra que é possível desejar esse mundo melhor é lutar para que as instituições, tanto do estado como as privadas, orientem seu funcionamento por uma ética da responsabilidade.  

A campanha à reeleição do atual prefeito da cidade aposta na tristeza e nos desafetos. Com sua fixação na transcendência e imaterialidade não consegue ver, conhecer, nem compreender que as pessoas, que prometeu cuidar em sua campanha, tem necessidades materiais e afetivas específicas não contempladas na sua gestão. Trata-se, nesta eleição, de derrotar o inimigo da alegria e, na sequência, começar uma oposição responsável contra o candidato do DEM, pois sabemos que não é confiável.

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

III MOSTRA DO CURSO DE ARTES VISUAIS DA UNIVERITAS-RJ

É com enorme prazer que apresento a III MOSTRA DO CURSO DE ARTES VISUAIS DA UNIVERITAS-RJ

Com a interrupção das aulas presenciais desde o início do ano de 2020 por conta da pandemia do coronavírus, o Curso de Artes Visuais do Centro Universitário UNIVERITAS, no Rio de Janeiro, elegeu a plataforma KUNSDTMATRIX promover e divulgar os trabalhos dos seus alunos.

São 135 obras de 45 alunos participantes produzidas nas disciplinas de Laboratório de Pintura, Imagem Digital, Laboratório de Desenho, Fotografia e Arte Contemporânea, Laboratório de Gravura e Educação em Direitos Humanos, dos Professores Andreas Valentin, Eduardo Monteiro, Sergi Arbusà, Márcio Diegues e Jorge Sapia.

A exposição foi organizada pelo colegiado do curso de Artes Visuais da UNIVERITAS, sob a Coordenação do Prof. Paulo Ramos e ancorada na disciplina de Ação Curatorial II, com a Curadoria do Prof. Fred Schiffer.

Do colegiado do curso, além dos professores já citados, fazem parte também os Professores Daniela Mattos, Leonardo Bertolossi e Luiza Amaral.

O espaço ficará disponível ao público do dia 25 de novembro a 14 de fevereiro de 2021.

Parabéns a toda a equipe!

III Mostra dos Alunos de Artes Visuais da Univeritas RJ -Sala 1 – 3D virtual exhibition by Univeritas | art.spaces | KUNSTMATRIX

Publicado em Uncategorized | Marcado com | Deixe um comentário

Toda diversidade.

Trabalho em aquarela sobre direitos humanos e diversidade do meu aluno Guilherme Pietro.

Publicado em Artes Visuais, Direitos, Direitos Humanos | Marcado com | Deixe um comentário

Direitos Humanos

Trabalho sobre direitos humanos e sociedade de vigilância da minha querida aluna Raissa Neumann do Nascimento Coimbra.

Publicado em Arte, Artes Visuais, Direitos Humanos | Marcado com , | Deixe um comentário

Belleza y locura en el Prado.

Publicado em Uncategorized | Marcado com , | Deixe um comentário

Clara de Assis apresenta Rosa.

Bom dia amigos, aproveito este quase final de ano para publicar alguns trabalhos que recebi de meus alunos do curso de Artes Visuais da UNIVERITAS.

Descrição: ROSA 
Representação da luta feminista em busca de direitos. 
Técnica em aquarela e nanquim 
21cm x 29,7cm

CLARA ASSIS

Publicado em Arte, Artes Visuais, Direitos, Direitos Humanos | 2 Comentários

Carango partido.

Primeira parceria com Léo Pereira

Carango partido.

Leo Pereira e Jorgito Sapia

Êta cidade danada

Acontece de tudo e ninguém faz nada

Se não tiver santo forte

O melhor meu compadre é contar com a sorte

Alguém puxou meu carango

Lotado de rangos da dona Leonor

Que eu levava pra Mesquita

Pra encher a marmita do trabalhador

Fui fazer a diligência

Do caso ocorrido na nona DP

Me pediram documentos

Um DARJ, recibo e nem sei mais o que?

Êta cidade danada

Acontece de tudo e ninguém faz nada

Se não tiver santo forte

O melhor meu compadre é contar com a sorte

Tomei assim conhecimento

Que o carro obtido a um grande valor

Era um bicho clonado

E já procurado lá em Salvador

O Delega boa pinta

Três oitão na cinta já quis me prender

E ficou logo alterado

                Me disse tarado eu vou te bater

Êtacidade danada

Acontece de tudo e ninguém faz nada

Se não tiver santo forte

O melhor meu compadre é contar com a sorte

Só depois de muito susto

E a muito custo é que eu pude ligar

Para um grande adevogado

Que tinha escritório na mesa de um bar

Quando o sujeito distinto

Entrou no recinto tudo se alterou

Eu fui logo liberado

E o adevogado algemado ficou.

Êta cidade danada

Acontece de tudo e ninguém faz nada

Se não tiver santo forte

O melhor meu compadre é contar com a sorte

Publicado em Letras e sambas | Marcado com , | Deixe um comentário

Lan: se chamarem lá de cima eu só vou à revelia.

Lanfranco Aldo Ricardo Vasselli Cortelini Rossi Rossini, o Lan, original de Montevarchi, Região da Toscana, na Itália e carioca e Flamenguista por opção e devoção.

Presente do amigo Lan para o querido Ted Boy para o carnaval de 2006 do Bloco carnavalesco Meu Bem, Volto Já!

Tive o privilegio de fazer este samba com meus parceiros para o carnaval do Bloco Voltar Pra Quê em 2005. Segue nossa homenagem a quem foi hoje pro andar de cima à revelia, como ele mesmo cansou de repetir.

BLOCO CARNAVALESCO VOLTAR PRA QUE 2005

Autores: Beto Fininho, Jorgito Sapia, Cerole, Claudinho, Júnior e Tedinho.

DA ITÁLIA FOI PRO RIO DE LA PLATA

JÁ PENSANDO NA MULATA

SUA OBRA ORIGINAL

APORTOU NO RIO DE JANEIRO,

ENTREGOU-SE POR INTEIRO,

FAZ DA VIDA UM CARNAVAL

NAS CURVAS SINUOSAS QUE O DIVINO

COLOCOU EM SEU DESTINO

EU TAMBÉM QUERO ME VER

CARIOCATURA, CRIADOR E CRIATURA

A MULATA É PARTITURA DO VOLTAR PRA QUÊ

VOLTEI PRO BECO

SEM RIVAIS, NO CARLITOS

MEU FLAMENGO É MAIS BONITO                bis

CARIOCA PRÁ VALER

LANFRANCO, PORTELENSE APAIXONADO

SEU TRAÇO DELICADO

É UM RIO QUE PASSA POR MIM

“PEBETAS”, “CARAS Y CARETAS”

UM “RICO TIPO” DESENHANDO NO PASQUIM

80 ANOS MERGULHADO NA FOLIA

SE CHAMAREM LÁ DE CIMA                         bis

EU SÓ VOU À REVELIA

Publicado em Arte, Artes Visuais, Blocos de rua, Letras e sambas | 2 Comentários

13 redes e alguns comentários sobre a política hoje.

https://aterraeredonda.com.br/13-teses-e-alguns-comentarios-sobre-a-politica-hoje/

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário

108 anos do bondinho do Pão de Açúcar.

Hoje um dos pontos turísticos do Rio de Janeiro está comemorando 108 Anos. Parabéns @bondinhopaodeacucar.
▪︎
Foto: Ana Paula Lima
▪︎

bondinhopaodeacucar #riodejaneiro #cariocandonorio #cariocagram #photography #instagood #curtarj #carioquissimo #vejario

Publicado em Artes Visuais, Cidade, Fotos | 2 Comentários